Encontro sobre orçamentos participativos reúne em Ponta Delgada 250 participantes

Encontro sobre orçamentos participativos reúne em Ponta Delgada 250 participantes

 

Lusa/AO Online   Regional   4 de Abr de 2016, 13:18

O III Encontro Ibérico de Orçamentos Participativos, que decorre de quinta-feira a sábado, em Ponta Delgada, nos Açores, conta com cerca de 250 participantes, dos quais 20 são municípios portugueses, revelou hoje a organização.

 

“Nós temos 21 palestrantes neste encontro que se realiza durante dois dias, com um terceiro para momento social e de visita ao concelho e à ilha de São Miguel. Teremos aqui representantes do continente europeu, americano e africano”, afirmou o presidente da Câmara de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, num encontro com os jornalistas para apresentar a iniciativa.

Pela primeira vez este encontro realiza-se nos Açores e vai contar com presença de representantes de França, Brasil, Peru e Mauritânia, entre outros países.

Ponta Delgada aplicou o seu primeiro orçamento participativo, com caráter deliberativo em 2015, sendo que no total a autarquia disponibiliza anualmente 250 mil euros, mas cada projeto aprovado não pode custar mais de 75 mil euros.

“A vantagem deste orçamento participativo com caráter deliberativo, com as características regulamentares que lhe colocamos, permite uma dimensão de propostas não megalómanas, não populistas, mas com uma exigência de sustentabilidade do mesmo”, adiantou José Manuel Bolieiro.

Segundo o autarca social-democrata, existem municípios que optaram por implementar apenas orçamentos participativos consultivos, mas nos deliberativos os cidadãos propõem, decidem, e o poder local executa, pelo que se trata de uma “exercício de cidadania direto”.

Em debate neste III Encontro Ibérico, que vai decorrer no Coliseu Micaelense, vão estar temas como o orçamento participativo em contexto insular, nos grandes centros urbanos, práticas de participação e estratégias de formação para a cidadania, entre outros.

“Vamos com a vossa participação e ajuda valorizar o sentimento internacional da democracia que se vive nos Açores, que se vive em Ponta Delgada, desde logo com a introdução do orçamento participativo”, salientou José Manuel Bolieiro, acrescentando que o evento servirá para "troca de experiências e confirmação da importância da cidadania participativa".

Alguns dos municípios portugueses que vão estar presentes ainda não avançaram com orçamentos participativos, podendo recolher nesta iniciativa bases para os implementarem no futuro, avançou o autarca.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.