Easyjet quer voar para os Açores

Easyjet quer voar para os Açores

 

Lusa/AO online   Regional   21 de Jul de 2014, 17:13

A easyJet manifestou intenção de voar para os Açores na sequência do anúncio da liberalização das ligações aéreas entre o continente e duas ilhas do arquipélago, enquanto a Ryanair admite querer operar em "novas rotas", escusando mais comentários.

 

Contactada pela Lusa, a companhia de baixo custo easyJet aplaudiu a decisão anunciada pelo Governo Regional dos Açores em liberalizar o seu espaço aéreo a partir do verão de 2015, recordando que há muito reclamava a decisão anunciada na sexta-feira.

“Ainda que estejamos sempre interessados em novas rotas, não vamos comentar nem envolver-nos em rumores ou especulações”, reagiu à Lusa fonte oficial da Ryanair.

O presidente do Governo dos Açores anunciou na sexta-feira um acordo com o executivo nacional que prevê a liberalização das ligações aéreas entre o continente e duas ilhas do arquipélago - entre Lisboa e o Porto e as ilhas de S. Miguel e a Terceira - e a diminuição para metade das tarifas para residentes.

"Com esta liberalização, estas rotas encontram-se totalmente abertas à entrada de qualquer companhia aérea, incluindo as chamadas 'low cost'", sublinhou Vasco Cordeiro. Atualmente, só a SATA e a TAP voam para os Açores.

Em resposta a Lusa, fonte oficial da easyJet considerou que a decisão é “uma boa notícia para a economia e turismo dos Açores pois irá atrair mais visitantes ao arquipélago”, realçando a “natural diminuição das tarifas”, resultante do aumento da concorrência.

“Sujeita às condições do plano de implementação da liberalização, a easyJet reitera a sua intenção de operar o destino e qualquer anúncio será feito em devido tempo”, declarou fonte oficial da companhia de baixo custo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.