Donativos poderão ser usados para ajudar a reconstruir segundas habitações


 

Lusa/AO Online   Nacional   29 de Out de 2017, 20:53

Os donativos para apoiar as populações afetadas pelos incêndios de 15 de outubro poderão ser usados na reconstrução das segundas habitações, face à importância económica que têm para o território, disse hoje o primeiro-ministro.

"Para a revitalização de toda a economia e de toda a sociedade de muitos destes concelhos essas segundas habitações são realidades também importantes. Do ponto de vista legal, nós temos aqui muitas dificuldades de agir - muitas delas não estão cobertas por seguros - e, portanto, a reorientação desses apoios privados para essa realidade pode ser uma forma de o fazer neste momento", afirmou António Costa.

As segundas habitações, frisou, "não são simples casas de veraneio", referindo que muitos descendentes deslocam-se ao território onde cresceram ou nasceram "semanalmente e nos momentos de festa", tendo um papel "muito importante" na dinâmica social de muitos dos territórios afetados.

António Costa constatou que vários autarcas já chamaram a atenção para essa realidade, especialmente o presidente da Câmara da Pampilhosa da Serra, concelho que o líder do executivo visitou hoje e onde pôde encontrar essa mesma preocupação por parte da população de Vale Serrão, uma pequena localidade do concelho.

Segundo o primeiro-ministro, a solução vai ser discutida com os presidentes dos municípios para se encontrar uma resposta "a essas necessidades".




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.