Dez cachalotes encalhados e mortos em diversos pontos da costa do Mar do Norte


 

Lusa/AO online   Internacional   13 de Jan de 2016, 17:04

Dez cachalotes foram encontrados encalhados e sem vida em diferentes partes da costa do Mar do Norte, cinco deles com sinais de terem morrido após horas de luta infrutífera para se libertarem.

Os corpos dos cetáceos, com entre dez e quinze metros de comprimento, começaram a aparecer na sexta-feira, distribuídos por zonas costeiras alemãs e da ilha holandesa de Texel, revelaram fontes do Museu do Mar em Stralsund, no norte da Alemanha.

Desconhece-se o que levou os cachalotes a aproximarem-se da costa, com as fontes do Museu do Mar a indicarem que podem ter sido razões naturais - como correntes, marés ou atividade sísmica - ou uma reação anormal a sinais sonoros militares, tendo em conta que o sentido da orientação destes animais tem por base um sistema acústico.

Equipas de veterinários deslocaram-se aos locais para examinar os cachalotes mortos e tentar esclarecer se o comportamento dos animais ficou a dever-se a alguma doença.

No final da semana passada, surgiram os primeiros testemunhos de que alguns cetáceos estavam a lutar por regressar ao mar aberto após terem ficado presos em bancos de areia, de onde dificilmente conseguem libertar-se sozinhos.

De acordo com o estado federado de Schleswig-Hosltein, que faz fronteira com a Dinamarca, nos últimos 25 anos foram encontrados 90 cachalotes nas costas alemã, holandesa e dinamarquesa do Mar do Norte.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.