Iémen

Detido chefe iemenita da Al-Qaida ligado a ameaças contra embaixada dos EUA

Detido chefe iemenita da Al-Qaida ligado a ameaças contra embaixada dos EUA

 

Lusa / AO online   Internacional   6 de Jan de 2010, 10:45

Um alegado chefe iemenita da Al-Qaida, ligado às ameaças contra a embaixada norte-americana em Sana, Mohammad Ahmed al-Hanak, foi detido num hospital, no norte da capital, anunciou esta quarta-feira fonte da segurança iemenita.
O alegado chefe da Al-Qaida foi detido num hospital de Raida, a cerca de 80 quilómetros a norte de Sana, juntamente com outros dois presumíveis elementos da célula, feridos numa operação que visava o líder.

"Mohammad Ahmed al-Hanak e duas outras pessoas encontravam-se feridas, num hospital do interior da província de Amran", afirmou a mesma fonte à Agência France Presse (AFP).

As autoridades tinham afirmado que durante a operação de segunda-feira, em Arhab, a 40 quilómetros a norte de Sana, dois alegados elementos da célula dirigida por al-Hanak tinham sido mortos e dois outros foram detidos no local.

A embaixada norte-americana, encerrada domingo, reabriu terça-feira as suas portas, congratulando-se com o êxito de uma operação antiterrorista das forças de segurança iemenitas a norte de Sana, numa referência ao ataque de Arhab.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.