Descontaminação na Terceira e setor agrícola marcam plenário do Parlamento dos Açores

Regional /
assembleia

1097 visualizações   

O plenário de maio da Assembleia Regional dos Açores, que arranca terça-feira na Horta, vai ser marcado por duas interpelações ao Governo Regional, sobre o Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) e sobre o setor agrícola
 

A primeira interpelação, da autoria do CDS-PP, pretende confrontar o executivo com o alegado "desentendimento" entre a região e a República, a respeito do PREIT, documento aprovado no Parlamento dos Açores, que reivindica o pagamento, por parte dos norte-americanos, de milhões de euros anuais para suportar os encargos com a descontaminação dos aquíferos na ilha Terceira.

Segundo o líder parlamentar do CDS-PP/Açores, Artur Lima, o último relatório do LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil), revela que "já há contaminação do aquífero basal da Terceira", o que constitui "motivo de grande preocupação" para os centristas açorianos.

Pelo menos dois ministros do Governo da República já se pronunciaram sobre a contaminação provocada pela presença norte-americana na Base das Lajes, embora nenhum deles tenha querido exigir responsabilidades diretas à Administração de Donald Trump.

Além do CDS, também o PSD/Açores vai interpelar o Governo no Parlamento, desta vez por causa da "crise" que alega existir no setor agrícola regional, devido ao descontentamento da classe e à perda de rendimentos.

A interpelação surge depois de o presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, ter ameaçado realizar "manifestações" em várias ilhas, em sinal de protesto contra a política do executivo socialista para o setor.

"Os agricultores passam, se calhar, a pior fase nos últimos 20 anos, em termos de rendimento do setor leiteiro", denunciou, na altura, aquele dirigente agrícola, que exigia "soluções" por parte do Governo açoriano.

Também o PSD/Açores considera "inaceitável" que o executivo continue a responsabilizar Bruxelas e a Comissão Europeia pela "falta de uma estratégia regional de defesa da economia rural açoriana".

Nesta sessão plenária, os deputados vão ainda apreciar uma proposta do CDS sobre a classificação do leite e duas do PSD sobre os incentivos à fixação de professores e sobre o funcionamento do Suporte Imediato de Vida.

Os 57 deputados regionais vão ainda analisar uma proposta do PPM sobre a gestão de imóveis privados na região e outra do Bloco de Esquerda sobre os balcões da Caixa Geral de Depósitos nos Açores.