Transportes

Deputados do PSD questionam governo sobre passagens aéreas a menos de 100 euros

Deputados do PSD questionam governo sobre passagens aéreas a menos de 100 euros

 

Lusa / AO online   Regional   9 de Jul de 2010, 18:10

Os dois deputados do PSD na Assembleia da República eleitos pelo círculo dos Açores questionaram esta sexta-feira o Governo sobre a redução do preço das viagens aéreas entre o arquipélago e o continente para menos de 100 euros.
“Em que termos foi formulada perante o governo a reivindicação açoriana para a baixa das tarifas aéreas para menos de 100 euros? Está o governo a tratar o assunto com a máxima urgência?”, questionam Mota Amaral e Joaquim Ponte num documento dirigido ao ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações.

Os dois deputados açorianos recordam que o ambiente político na região está “muito perturbado” devido a esta questão e salientam as dificuldades sentidas pelos operadores turísticos, alegadamente originadas pelo elevado preço das passagens aéreas.

A questão da redução do preço das viagens aéreas entre os Açores e o continente para valores inferiores a 100 euros surgiu em meados de Abril, quando Carlos César, presidente do executivo regional, anunciou esta medida no discurso de encerramento do Congresso do PS/Açores.

Mais recentemente, Carlos César reafirmou esta posição, revelando que o assunto se encontrava para análise na Direcção Geral de Finanças, antes de seguir para a União Europeia.

No documento enviado esta sexta-feira ao ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, os dois deputados do PSD pretendem saber se o executivo está a realizar algumas diligências junto da União Europeia e qual o acolhimento que elas têm recebido junto nas instâncias comunitárias.

Mota Amaral e Joaquim Ponte pretendem ainda saber quais as “condições concretas” em que serão aplicados os novos preços das passagens aéreas.

Os dois deputados questionam ainda se a TAP e a SATA vão ser autorizadas a voar em regime de low cost nas ligações entre o continente e os Açores, mantendo as obrigações de serviço público.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.