Deputados açorianos do PSD não vão pedir fiscalização do documento

Deputados açorianos do PSD não vão pedir fiscalização do documento

 

Lusa/AO online   Regional   10 de Dez de 2012, 14:05

Os três deputados sociais-democratas na Assembleia da República anunciaram esta segunda-feira que não vão pedir a fiscalização sucessiva do Orçamento do Estado para 2013, apesar das "vulnerabilidades detetadas".

"Não vamos pedir a fiscalização, até porque não vale a pena, pois não vão faltar iniciativas de vários domínios. Não vale a pena chover no molhado”, afirmou o deputado Mota Amaral, numa conferência de imprensa, em Ponta Delgada, para fazer um balanço parlamentar da XII legislatura.

Os deputados sociais-democratas açorianos, Mota Amaral, Joaquim Ponte e Lídia Bulcão respeitaram a disciplina de voto do partido aquando da votação do Orçamento do Estado para 2013 na Assembleia da República, apesar de terem manifestado o seu desagrado numa declaração de voto.

"Há certas alturas em que é preciso optar por um mal menor. Entre uma crise política, que arrastaria o país para o agravamento das suas condições financeiras, e a aprovação do OE, cheio de vulnerabilidade detetáveis e apontadas com vigor na nossa declaração de voto, não tivemos dúvidas", disse Mota Amaral.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.