Decisão do tribunal permite ao Banif avançar com recapitalização

Decisão do tribunal permite ao Banif avançar com recapitalização

 

Lusa/AO online   Economia   12 de Dez de 2012, 08:31

O Banif deverá avançar com o processo de recapitalização nos próximos dias, depois de o Tribunal do Funchal ter considerado "improcedente" a oposição à fusão entre a Banif SGPS e a Banif SA, apresentada pela construtora Lisop.

A decisão judicial foi comunicada esta quarta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pelo banco fundado por Horácio Roque.

"O Tribunal Judicial do Funchal decidiu julgar totalmente improcedente a ação de oposição judicial à fusão, absolvendo a Banif SGPS e o Banif SA do pedido", lê-se na nota do Banif ao mercado.

Apesar desta decisão do tribunal e para evitar "mais atrasos no processo do fusão", o Banif prestou uma caução, "o que permitirá desde logo a conversão em definitivo do registo da fusão, por forma a dar seguimento à aprovação e concretização do plano de recapitalização do Banif", acrescenta o comunicado.

O Banif está atualmente num processo de reestruturação, que passa também pela fusão da 'holding' Banif SGPS com o Banif SA, após a qual este último ficará à cabeça do grupo financeiro. No entanto, este processo estava parado desde que a construtora Lisop se opôs à fusão considerando-se credora do banco em 120 milhões de euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.