CTT preveem queda dos rendimentos operacionais mas mantém dividendos

CTT preveem queda dos rendimentos operacionais mas mantém dividendos

 

Lusa/AO Online   Economia   27 de Jan de 2017, 18:21

Os CTT preveem um decréscimo até 5% dos rendimentos operacionais em 2016, devido a uma queda do tráfego de correio endereçado acima do esperado, mas mantêm a distribuição de dividendos prevista, divulgou hoje a empresa.

Num comunicado remetido hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os CTT afirmam que a queda no tráfego de correio endereçado no quatro trimestre de 2016 foi de 4,2%, acima dos 3% previstos, o que origina um decréscimo entre 4% e 5% nos rendimentos operacionais do ano passado.

A empresa indica também que as iniciativas de crescimento da receita no correio, como por exemplo a nova oferta de correio publicitário, serviços financeiros (pagamentos), Banco CTT (crédito consumo e habitação) e 'expresso & encomendas' já estão em curso em Portugal e/ou Espanha, "mas sem impacto efetivo nos rendimentos em 2016".

De acordo com o 'guidance' atualizado hoje, os CTT afirmam que a "aposta forte e contínua na gestão da eficiência" levou à redução dos gastos operacionais em 2016 e permite à empresa "compensar parcialmente o fraco desempenho face ao previsto dos rendimentos a absorver os gastos com o Banco CTT".

A empresa refere, nas linhas orientadoras, um decréscimo de 4% a 7% no EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) recorrente do ano 2016.

"Apesar desta atualização, a administração reafirma que poderá propor um dividendo mínimo de 0,48 euros por ação para 2016, pagável em 2017", terminam os CTT.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.