Crise na Tailândia leva a visita inesperada de Ramos-Horta


 

Lusa / AO online   Internacional   28 de Abr de 2010, 12:48

O Presidente da República de Timor-Leste e Prémio Nobel da Paz, José Ramos-Horta, interrompeu a viagem oficial ao Vietname, para se deslocar particularmente à Tailândia, procurando mediar o conflito naquele país.
A Presidência da República timorense confirmou, em comunicado, que Ramos-Horta chega esta quarta-feira a Banguecoque para uma “visita privada”, onde tem previsto manter encontros “de cortesia” com o Primeiro-Ministro, Abhisit Vejjajiva, e altas patentes militares, bem como com dirigentes do movimento “Camisas Vermelhas”.

Segundo fonte próxima de Ramos-Horta, a inesperada deslocação de Ramos-Horta à Tailândia ficou a dever-se a um pedido feito por entidades tailandesas para que auxiliasse na mediação do conflito que opõe os “Camisas Vermelhas” ao governo de Abhisit Vejjajiva.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.