Crédito malparado nas famílias volta a subir em julho para 4,23% e atinge recorde

Crédito malparado nas famílias volta a subir em julho para 4,23% e atinge recorde

 

LUSA/AO online   Economia   9 de Set de 2014, 17:37

O crédito malparado nas famílias voltou a subir e atingiu um novo recorde, representando em julho 4,23% dos empréstimos concedidos, segundo dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal

Em julho, o malparado registado no total do crédito concedido a particulares subiu de 4,15% em junho para 4,23% em julho, num aumento de 0,13 pontos percentuais.

Também os créditos de cobrança duvidosa na habitação em percentagem do total do crédito concedido para este fim subiram de 2,40% em junho para 2,43% em julho.

Já em relação ao crédito ao consumo, os dados do Banco de Portugal mostram que o malparado desceu ligeiramente de 11,4% em junho para 11,35% em julho. Há dois anos que a percentagem dos créditos de cobrança duvidosa ao consumo não ficava abaixo deste valor.

Quanto ao crédito para outros fins, os números do regulador dão conta de que o malparado aumentou de 13,79% para os 14,49% nos dois meses, um novo recorde. Os créditos de cobrança duvidosa neste setor vinham a subir desde janeiro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.