Crédito malparado na habitação sobe em junho para 2,4%

Crédito malparado na habitação sobe em junho para 2,4%

 

Lusa/AO online   Economia   12 de Ago de 2014, 13:42

O crédito malparado na habitação em percentagem do total do crédito concedido para este fim subiu de 2,36% em maio para 2,40% em junho, segundo dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal

Apesar desta subida, o malparado registado no total do crédito concedido a particulares diminuiu em junho para 4,15% do total do crédito concedido às famílias depois de em maio se ter fixado em 4,17%.

Já em relação ao crédito ao consumo e ao crédito para outros fins, os dados do Banco de Portugal mostram que o malparado diminuiu no primeiro caso, de 12% para 11,4% entre maio e junho, e subiu no segundo caso de 13,7% para 13,8%, também entre maio e junho.

Quanto aos novos empréstimos concedidos a empresas, estes aumentaram em junho, para os 4.796 milhões de euros, depois de em maio terem chegado aos 4.228 milhões de euros.

Por outro lado, os novos créditos que a banca concedeu às famílias caíram dos 644 milhões de euros em maio para os 599 milhões em junho, de acordo com os números do Banco de Portugal.

Para esta evolução dos novos empréstimos às famílias, contribuiu sobretudo o crédito atribuído para outros fins (que não habitação ou consumo), que caiu 59 milhões de euros para os 192 milhões de euros, mas também o crédito para consumo, que recuou cinco milhões para os 207 milhões de euros em junho face ao mês anterior.

Nos novos créditos à habitação, por sua vez, registaram um aumento de 19 milhões em junho face a maio, atingindo os 200 milhões de euros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.