Contágio da Grécia a Portugal é "ficção política"


 

Lusa / AO online   Economia   28 de Abr de 2010, 12:31

O ministro francês do Orçamento, François Baroin, descartou esta quarta-feira a possibilidade de contágio da crise grega a Portugal, considerando que se trata de "um cenário de ficção política" e lembrando que Portugal "não mentiu" sobre as contas públicas.
"Foi a falta de sinceridade do Governo grego que provocou esta aceleração da crise grega. Portugal tem um nível de dívida importante, é verdade, mas os portugueses não mentiram, eles foram sinceros", afirmou o ministro francês.

"É um teste, uma especulação por parte dos mercados e nós somos a favor de uma lógica de solidariedade, de defesa da nossa moeda", acrescentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.