Consumo

Consumidores portugueses sentem-se cada vez mais protegidos

Consumidores portugueses sentem-se cada vez mais protegidos

 

Lusa / AO online   Economia   29 de Mar de 2010, 18:26

Um estudo da Comissão Europeia relativo a 2009 indica que 53,4 por cento dos consumidores portugueses sentem-se adequadamente protegidos pelas medidas existentes, quando em 2008 essa cifra era de 35 por cento, divulgou hoje o Ministério da Economia.
As conclusões do "Consumer Markets Scoreboard" - um instrumento da Comissão Europeia que visa avaliar o desempenho dos mercados da União Europeia (UE) na ótica dos consumidores - revela também, em relação a Portugal, que 58,2 por cento dos consumidores confiam nas autoridades públicas para proteger os seus direitos enquanto consumidores (contra 39 por cento em 2008).

O estudo aponta também que 65,4 por cento dos consumidores portugueses estão satisfeitos com o tratamento dado às suas queixas (contra 54 por cento em 2008) e que 31,8 por cento consideram fácil a resolução de litígios com vendedores e prestadores de serviços com recurso a mecanismos alternativos como a mediação e a arbitragem (contra 19 por cento em 2008).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.