Conselho de Arbitragem propõe adoção de novas tecnologias nas provas profissionais

Conselho de Arbitragem propõe adoção de novas tecnologias nas provas profissionais

 

Lusa/AO Online   Futebol   18 de Jan de 2016, 06:36

O Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) propôs à Liga de clubes o desenvolvimento do profissionalismo e a adoção de novas tecnologias e de árbitros de baliza, disse à Lusa fonte daquele órgão federativo.

 

De acordo com a mesma fonte, o CA aprovou as propostas na sua última reunião, realizada em dezembro de 2015, e apresentou-as na terça-feira à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), à qual compete decidir sobre a sua aplicação à I e II Ligas.

“Este conjunto de medidas tem dois objetivos: por um lado, aumentar a percentagem de acerto na tomada de decisão dos árbitros, por outro, aumentar a credibilidade das competições”, sublinhou a fonte do CA.

O órgão federativo defende a continuidade do projeto profissional na arbitragem, sugerindo à LPFP o aumento do número de árbitros abrangidos – que atualmente se cifra em sete - e um ajustamento do modelo, que abranja a reformulação da moldura contratual e do processo avaliativo.

O CA deu ainda parecer favorável à introdução da tecnologia da linha de golo nas competições profissionais, no seguimento da decisão da UEFA de a utilizar no Euro2016, e aprovou a realização da experiência com o vídeo-árbitro, “se esta for ratificada pelo International Board e nos termos que forem definidos”.

O órgão de arbitragem da FPF sublinha que estas duas tecnologias apresentam a vantagem de serem “mais um meio auxiliar de diagnóstico que pode aumentar a probabilidade da eficácia dos desempenhos” dos árbitros.

O elenco liderado por Vítor Pereira deu, ainda, parecer favorável à introdução do sistema de arbitragem a seis, com a adoção de árbitros adicionais de baliza, por considerar que aumentam a “probabilidade da eficácia dos desempenhos das equipas de arbitragem”.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.