Confirmado fim das quotas do leite produtores exigem apoios

Confirmado fim das quotas do leite produtores exigem apoios

 

Luís Pedro Silva   Regional   14 de Ago de 2010, 14:57

A Comissão Europeia confirmou o final das quotas leiteiras a partir de 30 de Março de 2015

A informação foi revelada por Dacian Ciolos, comissário europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, na sequência de um requerimento apresentado pelo deputado europeu do CDS-PP, Nuno Melo.

A resposta do comissário europeu da Agricultura não deixa margem para mais dúvidas e confirma o fim do regime de quotas, uma ferramenta que limitava a produção de leite nos países da União Europeia para garantir o equilíbrio no preço pago aos produtores.

“As perspectivas a longo prazo para o sector leiteiro continuam a ser positivas, não sendo possível voltar atrás no processo de reforma da PAC dos últimos 20 anos, em que se enveredou por uma maior orientação para o mercado, pela maior competitividade dos agricultores e pelo abandono gradual dos apoios ao mercado, que falseiam o comércio”, declarou o comissário europeu da Agricultura.

Jorge Rita, presidente da Federação Agrícola dos Açores, não ficou surpreendido com esta decisão da União Europeia, mas defendeu o aumento dos apoios para os produtores de leite da Região. “Lutámos sempre contra esta posição e lamentamos que o comissão de agricultura mantenha esta posição. Agora vamos lutar, porque a fileira do leite é muito importante nos Açores em termos económicos e sociais. Devem ser canalizados mais apoios para os Açores, porque somos uma região ultraperiférica e vamos defender em Bruxelas uma diferenciação na Região”, salvaguardou este dirigente associativo.

Jorge Rita considera que o modelo de quotas leiteiras defendia os interesses dos Açores por haver um estilo de produção de leite em qualidade, em detrimento da quantidade.

“As quotas leiteiras são o melhor instrumento para regular o mercado, mas infelizmente os políticos pensam de forma diferente. A Região precisa de salvaguardar os seus interesses com mais apoios adicionais, porque nos falta dimensão para produzir em grandes quantidades”, sublinhou.

O dirigente pediu união a todos os partidos políticos, solicitando que se “deixem de politiquices” e lutem para garantir ajudas adicionais junto da União Europeia.

Jorge Rita indicou que o final das quotas leiteiras vai prejudicar os países com menor produção de leite na União Europeia.

Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de sábado,
Dia 14 de Agosto de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.