Cinco pessoas morreram devido a emissão de gás de um poço

Cinco pessoas morreram devido a emissão de gás de um poço

 

  Nacional   9 de Set de 2012, 11:24

Cinco pessoas morreram ontem e três ficaram feridas, duas com gravidade, em Vilela Seca, no concelho de Chaves, por inalação de gás emitido por uma bomba de extração de água de um poço, disse à Lusa fonte da GNR.

 

Três dos mortos não eram habitantes da aldeia, apenas lá se encontravam a trabalhar: de manhã, a apanhar batatas e, à tarde, a cortar mato. Um deles terá ido ao poço, com cerca de quatro metros de profundidade, retirou a tampa de cimento e lá dentro havia uma bomba de extração de água que libertou gás.

De acordo com moradores, o acidente ocorreu numa mina de água privada, quando três pessoas estavam a desentupi-la, e alguns residentes tentaram socorrê-las, ficando feridos.

Os dois feridos graves que foram resgatados vivos, com hipotermia e sintomas de inalação de gás, foram transportados pelo helicóptero do INEM de Vila Real para o hospital Pedro Hispano em Matosinhos, Porto.

Segundo informações recolhidas pela Lusa no local, mortos e feridos tinham idades entre os 24 e os 67 anos.

Para o local, onde estão concentrados muitos curiosos, foram mobilizados corporações de bombeiros, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a GNR de Chaves.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.