Objectivos Milénio

Cimeira da ONU decide futuro das 8 metas

Cimeira da ONU decide futuro das 8 metas

 

Lusa/AO online   Internacional   20 de Set de 2010, 11:03

O futuro dos 8 Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, comprometido pela crise económica e financeira, decide-se a partir desta segunda-feira nas Nações Unidas, numa Cimeira, que pretende dar um novo impulso às metas de desenvolvimento internacionais para 2015.
"Embora os atrasos sejam sérios, não devemos assustar-nos”, disse na semana passada o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que convocou a Cimeira, que se prolonga até 22 de Setembro.

Os oito objectivos, acordados a nível internacional no ano 2000, visam reduzir a pobreza, a fome, a mortalidade materna e infantil, a doença, a habitação inadequada, a desigualdade de género e a degradação ambiental, até 2015.

Com resultados muito díspares, e com poucas razões para optimismo, sobretudo em África, a ONU tem-se esforçado por transmitir confiança, para manter os ODM na agenda internacional.

O relatório deste ano do grupo de trabalho de acompanhamento dos progressos dos ODM, foca-se no impacto da crise económica, e mostra que esta afectou a ajuda ao desenvolvimento, comércio, serviço da dívida, e o acesso a medicamentos e tecnologia.

Um “impulso para os próximos cinco anos”, até ao prazo definido em 2000 para alcance das 8 metas, é o objectivo assumido pelo secretário-geral para esta Cimeira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.