Emprego

César quer implementar Observatório Europeu de Mobilidade Profissional

César quer implementar Observatório Europeu de Mobilidade Profissional

 

Lusa/AO online   Regional   11 de Nov de 2010, 10:20

A implementação de um Observatório Europeu de Mobilidade Profissional, no quadro da Assembleia das Regiões da Europa, é um dos objectivos dos Açores para o terceiro mandato na presidência e no secretariado-geral do programa Eurodisseia, que começa em Janeiro.
Este objectivo foi traçado esta quinta-feira pelo presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, no discurso que proferiu na Assembleia Geral da Assembleia das Regiões da Europa, que decorre em Istambul, na Turquia.

O Observatório Europeu de Mobilidade Profissional, segundo Carlos César, “será suportado tecnicamente pelo observatório açoriano de emprego e terá a responsabilidade de avaliar o impacto e os mecanismos da mobilidade na Europa”, que considerou ser uma “questão absolutamente relevante para a Europa no horizonte 2020”.

O programa de mobilidade profissional Eurodisseia, criado em 1985, é o único constituído entre regiões da Europa e da sua responsabilidade, e não entre Estados.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.