Política

César diz que Cavaco quer afastar responsabilidades sobre a crise

César diz que Cavaco quer afastar responsabilidades sobre a crise

 

Lusa/AO online   Regional   10 de Jun de 2010, 16:30

O presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, considerou hoje que Cavaco Silva esteve “cansado e sem entusiasmo” no discurso do Dia de Portugal, onde afastou responsabilidades sobre a actual crise.

“O país ouviu um Presidente cansado e sem entusiasmo, que andou às voltas com os papéis para dizer que não tinha nada a ver com as razões da crise”, afirmou Carlos César, num comentário à Lusa sobre o discurso do Presidente da República na cerimónia oficial do 10 de junho, realizada em Faro. Carlos César considerou, no entanto, “positivo” que Cavaco Silva tenha feito “um discurso alinhado com um tema recorrente na apreciação do momento que vivemos, o da coesão e da corresponsabilização”. No mesmo sentido, manifestou concordância com o apelo que Cavaco Silva fez “à responsabilidade dos empregadores e empregados”, mas deixou um alerta relativamente à referência do Presidente da República à necessidade de “limpar Portugal”. Para Carlos César, se essa referência “for despida de conteúdo institucional útil, tratou-se de mais um discurso que se perderá na babugem política daquilo que Cavaco Silva entendeu recordar como o ‘retângulo’”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.