CDU recandidata Sérgio Gonçalves pelo círculo do Pico

CDU recandidata Sérgio Gonçalves pelo círculo do Pico

 

LUSA/AO online   Regional   26 de Ago de 2016, 19:55

A CDU vai recandidatar como cabeça de lista pelo círculo do Pico às eleições regionais dos Açores, a 16 de outubro, Sérgio Gonçalves, que pretende lutar para melhorar as condições de saúde na 'ilha montanha'

"O setor da saúde é das áreas que mais me preocupam e pelo qual vou lutar caso seja eleito”, afirmou hoje à agência Lusa Sérgio Gonçalves, operário fabril, acrescentando que, entre outras medidas, “é preciso equipar o novo centro de saúde da Madalena com hemodiálise”.

Sérgio Gonçalves, de 39 anos, natural e residente na Madalena, repete este ano a candidatura das regionais de 2012 por considerar que “os sucessivos deputados eleitos pelo Pico para o parlamento regional pouco têm feito para a evolução da ilha e da população”.

O candidato, militante do PCP desde 2009, defendeu também a necessidade de se construir um novo edifício para o centro de saúde das Lajes do Pico, atualmente instalado num imóvel da Santa Casa da Misericórdia, e “aí instalar mais algumas valências”.

Para Sérgio Gonçalves, é preciso fiscalizar as promessas eleitorais, que “são esquecidas depois das eleições”.

Como exemplo, apontou a estrada que liga os três concelhos da ilha, cujas obras de reparação “estão por concluir, apesar de ter sido uma promessa eleitoral feita em 2012”.

Quanto à lista da CDU, o cabeça de lista pelo Pico revelou que se verifica “uma renovação de 78%” e que a média etária dos candidatos é de 45 anos.

“Mesmo que não elejamos nenhum deputado pelo Pico a verdade é que trabalhamos e vamos continuar a fazê-lo pelas pessoas”, referiu, reconhecendo, porém, que seria importante a Coligação Democrática Unitária (PCP e PEV) ter “um grupo parlamentar para poder dar mais força ao Pico e às restantes ilhas açorianas”.

O PS governa há 20 anos os Açores, onde há nove círculos eleitorais, coincidentes com cada uma das ilhas, e um círculo regional de compensação.

No último sufrágio, em outubro de 2012, o PS conquistou 31 dos 57 lugares do parlamento regional, enquanto o PSD, o maior partido na oposição, obteve 20 mandatos. O CDS-PP tem três deputados, enquanto BE, PCP e PPM conseguiram um mandato cada.

O deputado comunista foi eleito pelo círculo de compensação. O Pico elege quatro parlamentares.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.