CDS-PP diz que é "evidente" que passo seguinte seja indigitação de Passos Coelho

CDS-PP diz que é "evidente" que passo seguinte seja indigitação de Passos Coelho

 

Lusa/AO Online   Nacional   20 de Out de 2015, 18:40

O líder do CDS-PP considerou hoje "evidente" que o passo seguinte no processo de formação do Governo seja a indigitação de Passos Coelho, lamentando que para o secretário-geral do PS o voto do povo seja "um detalhe".

 

"É absolutamente extraordinário ver um líder político à procura da sua sobrevivência considerar o voto do povo um detalhe e considerar o parlamento de Portugal uma formalidade", afirmou o presidente do CDS-PP, Paulo Portas, em declarações aos jornalistas no final de uma audiência com o Presidente da República.

Lembrando que no dia 04 de outubro "o povo português livre e democraticamente" fez a sua escolha e que a coligação PSD/CDS-PP venceu e o PS perdeu, Paulo Portas sustentou que "os resultados implicam "para todos os agentes políticos um grande sentido de responsabilidade e um grande sentido de Estado".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.