CDS-PP/Açores diz que ministro da Economia irá em breve à Terceira anunciar 'low cost'

CDS-PP/Açores diz que ministro da Economia irá em breve à Terceira anunciar 'low cost'

 

LUSA/AO online   Regional   13 de Jul de 2015, 15:01

O líder do CDS/PP nos Açores anunciou hoje que o ministro da Economia se deslocará "muito em breve" à ilha Terceira para apresentar "uma boa solução" relativamente ao início dos voos de uma companhia aérea 'low cost'

"O ministro da Economia virá muito em breve à ilha Terceira e tenho a garantia de que no dia em que aterrar aqui já terá na mão uma boa solução para termos uma grande companhia 'low cost' a voar para esta ilha”, afirmou Artur Lima, numa conferência de imprensa em Angra do Heroísmo, acrescentando que "um passarinho" lhe disse que será a easyJet.

Na semana passada, o líder do PSD/Açores afirmou que as companhias aéreas 'low cost' vão começar a viajar, “a breve trecho”, para a Terceira. Horas depois, o secretário açoriano do Turismo disse que há apenas uma transportadora interessada em voar para a ilha e criticou a postura “pombo correio” de Duarte Freitas.

A liberalização das ligações aéreas entre duas ilhas dos Açores (S. Miguel e Terceira) e o continente entrou em vigor a 29 de março. Atualmente, apenas S. Miguel recebe voos das companhias aéreas de baixo custo Ryanair e easyJet.

Também o líder do CDS/PP nos Açores criticou hoje que Duarte Freitas se tenha posto em “bicos dos pés”, quando “a verdade é que os governantes que estão a tratar dos assuntos das acessibilidades aéreas e dossiê da base das Lajes, por acaso, três são do CDS e apenas um do PSD”.

Segundo Artur Lima, tem sido feito “um trabalho intenso, árduo, que não começou ontem e que foi brilhantemente conseguido pelo Ministério da Economia”, pelo que “oxalá que as posições de pombo correio [de Duarte Freitas] não atrasem” este processo que “tem uma solução encaminhada, mas ainda não fechada”.

Para Artur Lima, a chegada de uma 'low cost' à Terceira irá beneficiar os Açores e a própria ilha, “pelo estímulo que dará ao turismo e todas as atividades que giram à sua volta, assim como pelo potencial para [todas] as ilhas do grupo central”.

“O que interessa é que, o mais rapidamente possível, os voos 'low cost' comecem a acontecer para a ilha Terceira e é nisso que o dr. António Pires de Lima está completamente empenhado. Para isso não bastam as negociações com a companhia. É preciso superar, por exemplo, as auditorias aéreas e ter o financiamento completo. As negociações são complexas e envolvem várias partes”, referiu Artur Lima.

O líder do CDS/PP nos Açores, que teve na sexta-feira em Lisboa “reuniões de trabalho” com membros do Governo da República que pertencem ao partido, anunciou, por outro lado, que o arquipélago poderá vir a receber 15 a 20 milhões de euros do próximo programa operacional comunitário para os assuntos marítimos, integralmente dedicados a projetos de investimento, emprego e novos negócios, relacionados com a economia do mar na ilha Terceira.

“Continuo a trabalhar como até aqui com Lisboa no sentido de se poder guardar do próximo quadro de fundos comunitários uma verba específica totalmente dedicada a projetos de investimento e criação de emprego na ilha Terceira”, disse Artur Lima, acrescentando que tem trabalhado nesta “excelente oportunidade”, com a ministra da Agricultura e do Mar, o ministro da Economia e os secretários de Estado do Turismo e da Economia, todos eles do CDS-PP.

Artur Lima anunciou, ainda, que irá solicitar uma reunião ao presidente do Governo Regional dos Açores e ao presidente da Câmara do Comércio de Angra para “em conjunto" trabalharem "em prol da ilha Terceira e do grupo central”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.