Política

CDS acusa governo de não querer resolver problema dos médicos de família

CDS acusa governo de não querer resolver problema dos médicos de família

 

Lusa/AO online   Regional   26 de Mar de 2010, 13:59

O presidente do PP/Açores, Artur Lima, acusou esta sexta-feira o governo regional, de maioria socialista, de não querer resolver o problema dos médicos de família em Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Ribeira Grande.
"Os utentes dos concelhos de Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Ribeira Grande não têm médico de família porque o governo não quer”, afirmou o líder regional do PP/Açores, numa conferência de imprensa em Angra do Heroísmo.

Para Artur Lima, “não há uma política de fixação de médicos de família, mas uma estratégia para escorraçar os profissionais que querem trabalhar nos Açores”.

Nesse sentido, referiu o caso de uma dezena de novos médicos que terminaram a especialidade em Julho de 2009, seis dos quais “não sabem qual é o seu futuro”, enquanto os restantes quatro “só agora viram abrir os concursos para colocação”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.