Cavaco Silva assina livro de condolências na Embaixada da Polónia


 

Lusa/AO On line   Nacional   11 de Abr de 2010, 10:46

O presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, assinou hoje o livro de condolências da embaixada da Polónia pela morte do presidente Lech Kaczinski, falecido no sábado num desastre aéreo na Rússia.

O chefe de Estado e a mulher, Maria Cavaco Silva, chegaram à embaixada, em Belém, por volta das 10:40, tendo sido recebidos pela embaixadora Katarzyna Skórzynska.

Na entrada da embaixada da Polónia estão colocados vários ramos de flores e velas, em sinal de luto pela morte do presidente Kaczinski e da sua vasta comitiva.

Após subir a escadaria principal, com a bandeira polaca a meia haste, Cavaco Silva escreveu a mensagem de condolências numa das salas principais do edifício, perante o retrato do presidente falecido e da mulher, num encontro que durou cerca de dez minutos.

Kaczynski morreu na manhã de sábado, quando o avião em que seguia, um Tupolev TU-154, caiu perto do aeroporto russo de Smolenskque.

Viajava com a mulher, Maria, e uma delegação de alto nível com 85 pessoas que se dirigia para a Rússia para assistir aos atos em memória dos soldados polacos assassinados por ordem de Estaline, pelos serviços secretos soviéticos, em Katyn, em 1940.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.