União Europeia

Cameron promete continuar a defender interesses britânicos

Cameron promete continuar a defender interesses britânicos

 

Lusa/AO online   Internacional   12 de Dez de 2011, 17:39

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, defendeu no Parlamento que continuará a defender os interesses do país sem perder o poder de influência na União Europeia.
"Não acredito que exista uma escolha binária para o Reino Unido em que ou sacrificamos o interesse nacional consecutivamente ou perdemos a nossa influência no seio do processo de decisão europeu", argumentou perante os deputados.

Na opinião de Cameron, é "possível ser um membro de pleno direito, empenhado e influente da União Europeia mas ficar fora de acordos que não protejam os interesses" britânicos.

"Foi isso que fiz neste conselho e é o que continuarei a fazer enquanto for primeiro-ministro", enfatizou, numa declaração ao Parlamento para explicar as razões do veto a uma revisão do tratado europeu.

Cameron invocou na sexta-feira que tomou a decisão durante o Conselho Europeu em Bruxelas porque não obteve garantias de protecção para os serviços financeiros instalados no Reino Unido.

Mas o líder do partido Trabalhista, Ed Miliband, rejeitou que esta fosse a única saída e acusou o primeiro-ministro de ceder à pressão da ala eurocéptica do partido Conservador.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.