União Europeia

Bruxelas quer limitar troca de informações sobre passageiros

Bruxelas quer limitar troca de informações sobre passageiros

 

Lusa/AO online   Internacional   21 de Set de 2010, 18:24

A Comissão Europeia indicou esta terça-feira aos Estados Unidos a sua intenção de condicionar a troca de informações sobre passageiros das companhias aéreas para uso restrito e limitado à luta contra o terrorismo e grande criminalidade.
A decisão enquadra-se nas limitações fixadas no acordo concluído com Washington sobre a utilização de dados bancários de cidadãos da União Europeia através do sistema gerido pela sociedade Swift.

As novas condições vão ser aplicadas para os acordos PNR (Passenger Name Record) com os Estados Unidos, Austrália e Canadá, indicou a comissária responsável pela segurança, Cecilia Malmström, ao apresentar a decisão ao Parlamento Europeu, reunido em Estrasburgo.

"Se os dados PNR foram importantes no quadro da luta contra o terrorismo e formas graves de criminalidade transnacional, a sua utilização suscita, ao mesmo tempo, questões importantes em matéria de protecção de dados pessoais", afirmou Malmström.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.