Bombardeamentos norte-americanos matam 11 pessoas no Afeganistão


 

Lusa / AO online   Internacional   6 de Jan de 2010, 17:15

Pelo menos 11 pessoas morreram em dois bombardeamentos com mísseis efectuados por aviões não-tripulados dos Estados Unidos no distrito tribal do Waziristão do Sul, divulgaram responsáveis paquistaneses.
"Cinco rebeldes morreram no primeiro ataque e seis no segundo", declarou um responsável dos serviços de segurança paquistaneses, que preferiu o anonimato. Os números foram posteriormente confirmados por outros responsáveis.

Os mísseis tinham como alvo uma fortificação em Sanzali, 30 quilómetros a oeste de Miranshah, a principal cidade do Waziristão do Sul, que faz fronteira com o Afeganistão.

Para Washington, este distrito tribal é o principal esconderijo dos talibãs paquistaneses, dos aliados da Al Qaida, dos talibãs afegãos e da rede Haggani, uma poderosa organização que alegadamente está a organizar ataques contra as forças internacionais no Afeganistão.

O distrito foi alvo de cinco bombardeamentos num prazo de uma semana, incluindo os ataques de hoje.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.