Bolsa fecha semana em queda


 

Lusa/AO online   Economia   14 de Dez de 2007, 17:22

O principal índice da Euronext Lisboa, PSI 20, caiu 0,39 por cento nos últimos cinco dias, recuando pela segunda semana consecutiva, pressionado pela banca.
     A praça de Lisboa terminou com o menor recuo entre as principais bolsas internacionais, que estiveram penalizadas pela aceleração dos preços no consumidor e na produção nos Estados Unidos, e pelos receios sobre os impactos na economia da crise do mercado de crédito.

    A semana ficou ainda marcada pela reunião da Reserva Federal norte-americana (Fed), que cortou a taxa de referência em 0,25 pontos percentuais, para 4,25 por cento, em linha com o esperado.

    Na bolsa portuguesa referência para a apresentação da estratégia da PT Multimédia e para as mudanças de direcção na SIC e SIC Notícias.

    O PSI 20 caiu em três das cinco sessões, registando forte liquidez, numa semana em que 15 títulos caíram e cinco subiram.

    A maior desvalorização fio protagonizada pela Portucel, com um recuo de 7,8 por cento.

    Na banca, o BCP deslizou 5,3 por cento, o BES perdeu 2,8 por cento e o BPI 2,5 por cento.

    No universo Sonae, a Sonae Indústria caiu 2,3 por cento, a Sonaecom recuou 2,6 por cento e a casa-mãe deslizou 2 por cento.

    A REN acumulou uma descida de 1,6 por cento na semana, enquanto a EDP progrediu 0,2 por cento e a Galp somou 9,8 por cento, animada pela perspectivas de novas descobertas de petróleo no Brasil e depois de ter ficado pré-qualificada para concorrer como operador na próxima ronda de licitação de blocos em Angola.

    A Galp atingiu novo máximo de sempre nos 16,75 euros.

    A Brisa avançou 0,9 por cento nos últimos cinco dias.

    A PT Multimédia ganhou 5 por cento, na semana em que apresentou o plano estratégico até 2010, enquanto a Portugal Telecom caiu 0,9 por cento.

    Nas praças europeias, Paris caiu 1,98 por cento, Londres recuou 2,41 por cento, Frankfurt deslizou 0,57 por cento, Madrid perdeu 1,54 por cento e Milão desvalorizou 1,35 por cento.

    Os índices de referência DJ Stoxx 50 e Euronext 100 encerraram em queda de 1,7 e 1,38 por cento, respectivamente.

    Nos Estados Unidos, o Nasdaq Composite encaminhava-se para uma descida semanal de 1,88 por cento e o Dow Jones Industrial para uma desvalorização de 1,45 por cento.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.