Bispos franceses organizam jornada de oração pelas vítimas de abusos sexuais

Internacional /

610 visualizações   

Os bispos franceses vão organizar "uma jornada de oração e penitência" pelas vítimas de abusos sexuais a 7 de novembro, após a divulgação de vários casos de pedofilia em diferentes dioceses francesas.
 

 

O princípio desta jornada mundial foi anunciado a 12 de setembro pelo Vaticano, numa iniciativa do papa Francisco, que deixou a cada conferência episcopal a decisão sobre a escolha da data e modalidades.

O conselho permanente da Conferência dos Bispos de França (CEF, sigla em francês) indicou também que os cerca de 120 bispos franceses vão observar jejum nesse dia, enquanto estiverem reunidos em Lourdes (sudoeste) para a tradicional assembleia plenária. Durante a ocasião, vai ser celebrada uma missa para as vítimas de abusos sexuais.

A Igreja católica em França está, há vários meses, no centro da polémica com a divulgação de casos de pedofilia ou abusos sexuais.

Na diocese de Lyon, o caso do padre Bernard Preybat, suspeito de ter abusado de mais de 60 jovens escoteiros, resultou na acusação por não-denúncia do caso do cardeal e arcebispo de Lyon Philippe Barbarin. O processo contra Barbarin foi arquivado.

Nesta primavera, o episcopado comprometeu-se a esclarecer todos os casos de pedofilia, mesmo os mais antigos.

A CEF disse à agência noticiosa France Presse (AFP) ter recebido "entre 80 e 100" correios eletrónicos de vítimas ou testemunhas, no endereço digital criado para o efeito há seis meses.

A maioria dos correios refere casos anteriores a 1970 e atribuídos a padres já falecidos, indicou a CEF.