Berta Cabral abandona liderança do PSD/Açores

Berta Cabral abandona liderança do PSD/Açores

 

Lusa / AO online   Regional   22 de Out de 2012, 21:44

A presidente do PSD/Açores, Berta Cabral, apresentou esta noite a sua demissão do cargo, na reunião da Comissão Política Regional, alegando que o partido precisa de um novo rumo para enfrentar o desafio das autárquicas.

 

“É uma questão que está decidida há muito, é uma decisão pessoal”, afirmou Berta Cabral, em declarações aos jornalistas, frisando que a decisão de se afastar da liderança dos social-democratas açorianos “tem a ver com um capítulo que se fecha”.

Nesse sentido, considerou que, depois das eleições regionais, é agora necessário que o PSD “avançe o mais depressa possível com uma estratégia para as eleições autárquicas".

“É necessária uma nova direção política, um novo líder, para que o PSD possa trabalhar para ganhar as eleições autárquicas. É um trabalho árduo, há muitos candidatos, é uma absoluta necessidade começar a trabalhar nisso”, defendeu.

Para Berta Cabral, é necessário que o partido “tenha uma nova liderança, uma nova estratégia, para o mais rapidamente possível começar a ter um rumo para ser ganhador nas eleições autárquicas”.

Relativamente a quem poderá vir a assumir o seu cargo, Berta Cabral frisou que “no PSD não há sucessões”, salientando que serão convocadas de imediato eleições diretas e que os militantes decidirão em função dos candidatos que se apresentarem.

Berta Cabral, que reafirmou a intenção de assumir o seu lugar na Assembleia Legislativa dos Açores, escusou-se a comentar o que terá falhado na sua estratégia nas eleições regionais, que o PS venceu com maioria absoluta.

“Não interessa agora saber o que falhou ou não. Quando há um resultado mau, normalmente há uma conjugação de fatores”, afirmou, defendendo que o mais importante agora é “virar a página e olhar para a frente”.

“O PSD tem um novo desafio pela frente e tem que se mobilizar para esse desafio, que é diferente e precisa de um novo rumo e uma nova estratégia. Temos que dar a oportunidade para que outros surjam e façam esse caminho”, frisou Berta Cabral.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.