BE quer EUA fora da base pagando o que devem

BE quer EUA fora da base pagando o que devem

 

Lusa/AO online   Regional   20 de Jan de 2015, 14:44

A porta-voz do BE reiterou a exigência de retirada da presença militar norte-americana na base das Lajes e de recompensa por parte das autoridades dos Estados Unidos pelos estragos ambientais e sociais.

 

"A presença americana no solo português não tem sentido, envergonhou-nos. A base das Lajes foi, aliás, palco de uma cimeira de guerra preventiva no Iraque que só nos envergonhou a todos", declarou Catarina Martins, à margem de uma ação política no Chiado, Lisboa.

Os responsáveis dos Estados Unidos anunciaram recentemente a diminuição de efetivos na ilha Terceira em cerca de 500 militares e civis, além de outros tantos trabalhadores portugueses.

"Quem esteve naquela ilha durante tanto tempo e criou tantos problemas ambientais, quem usou a ilha como quis para as guerras que quis não pode agora ir embora sem pagar o que é devido", continuou.

Para a dirigente bloquista, "os americanos não podem ir embora e deixar, do ponto de vista social e ambiental, todo o estrago".

"O Governo tem de ter uma voz forte e exigir a reparação de todos os danos ambientais e do problema do desemprego, naturalmente", vincou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.