Banco de Portugal analisa queixa da DECO


 

Lusa/AOonline   Economia   24 de Ago de 2010, 15:58

O Banco de Portugal vai analisar as cláusulas dos contratos de crédito à habitação que prevejam a possibilidade de mudança da taxa de juro em caso de alterações nos mercados financeiros, para as quais a associação DECO tinha alertado.

O secretário geral da DECO, Jorge Morgado, disse na tarde de segunda feira que a associação enviou a 25 de junho uma carta por fax ao Banco de Portugal (BdP), na qual transcrevia as cláusulas consideradas abusivas em contratos de crédito à habitação e apelava a uma intervenção do regulador.

As cláusulas em questão foram detectadas em contratos de bancos como o BES e o Millenium BCP e permitem às instituições alterar os juros acordados com os clientes em caso de alterações ocorridas nos mercados financeiros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.