Avaliação bancária das casas em outubro com o valor mais alto do último ano

Avaliação bancária das casas em outubro com o valor mais alto do último ano

 

Lusa/AO online   Nacional   28 de Nov de 2017, 11:32

A avaliação bancária das casas atingiu em outubro o valor mais alto dos últimos 12 meses, fixando-se em 1.141 euros por metro quadrado, seis euros acima do valor de setembro, informa hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).


O valor médio de avaliação bancária para o total do País, de 1.141 euros por metro quadrado (m2) em outubro, representou um aumento de 0,5% em relação a setembro e 5,6% face a outubro do ano passado.

Nas moradias, verificou-se em outubro passado uma subida mensal de 1% no valor médio das avaliações bancárias, fixadas em 1.062 euros/m2, ou mais 11 euros do que em setembro, mas em termos homólogos o valor médio de avaliação das moradias aumentou 5,1%.

Quando comparado com setembro, as moradias de tipologia T3 aumentaram oito euros em outubro, para 1.042 euros/m2, enquanto a tipologia T4 aumentou 17 euros para 1.072 euros/m2.

Nos apartamentos, o valor médio das avaliações bancárias registou uma variação nula em outubro, face a setembro, situando-se no mesmo valor do mês anterior, de 1.192 euros/m2, tendo a Região Autónoma da Madeira apresentado o maior aumento (1,8%), e a dos Açores a descida mais acentuada (3,4%), destacando-se ainda uma descida no valor da Área Metropolitana de Lisboa (0,2%).

O valor médio de avaliação dos apartamentos aumentou 6% face a outubro de 2016 e as Regiões Autónomas da Madeira (9,4%), o Algarve (7,2%) e o Centro (7,1%) foram aquelas que registaram crescimentos maiores.

O valor médio de avaliação para a tipologia de apartamento T2 situou-se em 1.199 euros/m2, mais três euros do que em setembro.

Nos apartamentos T3, registou-se uma descida de um euro, tendo o valor médio diminuído para 1.120 euros/m2.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.