Autor de tiroteio em escola norte-americana convocou vítimas por telefone


 

Lusa/AO online   Internacional   28 de Out de 2014, 11:17

O jovem de 15 anos que matou a tiro dois colegas e feriu outros três numa escola nos Estados Unidos convocou as vítimas por telefone, segundo revelaram fontes oficiais.

A polícia de Snohomish, onde fica a escola, explicou hoje que o autor dos disparos enviou mensagens de telemóvel a cinco estudantes para que se reunissem no refeitório.

Quando os seis adolescentes (três raparigas, dois rapazes e o atirador) estavam sentados à mesa a almoçar, Jaylen Fryberg sacou de uma arma e disparou várias vezes contra os colegas e, em seguida, sobre si mesmo.

Segundo a polícia, a arma foi comprada legalmente e estava registada em nome de um familiar de Fryberg.

Duas das raparigas morreram em consequência dos disparos, enquanto outra estudante e os dois rapazes continuam hospitalizados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.