Apenas três por cento de portugueses com estudos superiores conhece o Tratado de Lisboa


 

Lusa / AO online   Nacional   1 de Dez de 2010, 12:43

Apenas três por cento dos portugueses com estudos superiores tem conhecimentos sobre o Tratado de Lisboa, segundo uma análise realizada por uma consultora que lançou hoje um projeto de divulgação deste documento comunitário, em vigor há um ano.

“Concluímos que apenas cinco a seis por cento das pessoas com ensino superior têm algum conhecimento das políticas comunitárias. Quando falamos especificamente do Tratado de Lisboa, essa percentagem baixa para dois a três por cento”, afirmou à Agência Lusa Francisco Bento, diretor do projeto que hoje foi lançado em Lisboa.

Até ao dia 26 de março, um camião vai percorrer as 18 capitais de distrito com o objetivo de informar os cidadãos sobre o Tratado de Lisboa, considerado como reformador das instituições europeias.

“Não são só os estados que devem promover as iniciativas das políticas comunitárias. Este ‘road show’ pretende informar todos os cidadãos e chegar a todas as escolas dos 18 distritos de Portugal Continental”, explicou Francisco Bento.

A linguagem usada para transmitir a informação sobre a Europa e o Tratado de Lisboa será adaptada a cada uma das idades e a organização promete realizar debates e palestras com testemunhos de personalidades “a quem a União Europeia trouxe mudanças significativas nas suas vidas”.

O Tratado de Lisboa, em vigor desde 01 de dezembro de 2009, vem concentrar numa só entidade a União Europeia e a Comunidade Europeia, pretendendo uma União mais participativa e transparente.

O texto tem por objetivo dar maior eficácia, coerência política e legitimidade democrática a uma União Europeia que estava a ficar paralisada com as dificuldades colocadas pelo número crescente de Estados-membros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.