Alemanha

Anúncio de venda de cadáveres através da Internet horroriza bispos católicos


 

Lusa/AO online   Internacional   21 de Out de 2010, 12:04

O professor de anatomia alemão Gunther von Hagens está a ser de novo alvo de críticas da Igreja Católica, por ter anunciado a venda na internet de cadáveres "plastinados", uma técnica de conservação que inventou.
Vários bispos católicos manifestaram-se “horrorizados” com a notícia, e exigiram a proibição do negócio.

Von Hagens anunciou a intenção em documento enviado a dadores de corpos, clientes, fornecedores e amigos interessados, revelando que vai colocar à venda as suas controversas "plastinações" na internet, a partir de 02 ou 03 de novembro.

Segundo uma lista de preços entretanto publicada em alguns jornais alemães, um cadáver "plastinado" deverá custar 69.615 euros, um tronco 56.644 euros, e uma cabeça 22.015 euros, por exemplo.

Von Hagens tornou-se mundialmente famoso graças à sua exposição de corpos humanos e de animais plastinados em cenas da vida real, como a jogar às cartas, por exemplo, ou a montar a cavalo, a que deu o nome de “Koerperwelten” (Mundo dos Corpos).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.