Eleições regionais

Aníbal Pires defende reforço da presença comunista no parlamento

Aníbal Pires  defende reforço da presença comunista no parlamento

 

Lusa/AO online   Regional   14 de Ago de 2012, 18:36

O coordenador do PCP/Açores, Aníbal Pires, defendeu um parlamento "mais equilibrado" na próxima legislatura, com uma presença comunista reforçada, alegando que as maiorias relativas fazem "funcionar melhor a democracia".

"É necessário que haja mudança, alterações profundas na próxima legislatura, que o parlamento seja mais equilibrado, que não haja maiorias absolutas e que a CDU saia reforçada", afirmou Aníbal Pires, à saída do Tribunal de Ponta Delgada, onde entregou hoje a candidatura ao círculo eleitoral de S. Miguel e de compensação para as regionais de 14 de outubro.

Para Aníbal Pires, que lidera a lista da CDU por S. Miguel composta por 27 nomes, as maiorias relativas fazem "funcionar melhor a democracia" do que as maiorias absolutas, que "acabam por se tornar em pequenas ditaduras".

"Nós estamos preparados para ter tantos eleitos quanto o povo açoriano queira que a CDU tenha", referiu o candidato, admitindo que "um bom resultado nas próximas eleições será a eleição de um grupo parlamentar", uma vez que na actual legislatura têm apenas uma representação parlamentar.

Segundo disse a candidatura da CDU tem "gente de confiança, ligada aos problemas das populações, dos mais diversos sectores de actividade, gente jovem e menos jovem, gente em quem os eleitores podem confiar".

"Penso que os cidadãos relativamente à apreciação que podem fazer da anterior legislatura é que a pluralidade do parlamento foi fundamental para que houvesse algumas transformações", disse, acrescentando que o reforço da presença da CDU no parlamento é "fundamental para contribuir para uma mudança e combater os difíceis tempos que estamos a atravessar".

A candidatura da CDU por S. Miguel foi a primeira a dar entrada no Tribunal de Ponta Delgada, algo que o mandatário comunista, Jaime Pacheco, considerou ser sinal de que esta força política "está preparada para as eleições" e constitui "uma alternativa, para uma gestão mais social e mais virada para o cidadão".

Ainda esta semana a CDU conta entregar a lista de candidatos por S. Jorge e na próxima semana fará o mesmo nas ilhas das Flores e Corvo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.