Algumas medidas de consolidação em Portugal estão atrasadas

Algumas medidas de consolidação em Portugal estão atrasadas

 

Lusa/AO online   Economia   5 de Fev de 2015, 10:05

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, sublinhou hoje em Bruxelas que há "sinais de atraso na implementação de algumas medidas de consolidação" em Portugal, que poderão afetar o cumprimento das metas do défice.

 

Na apresentação das previsões económicas de inverno da Comissão Europeia, Moscovici, questionado sobre se considera que Portugal deve tomar medidas adicionais para garantir o cumprimento das metas do défice, uma vez que Bruxelas continua a projetar um valor acima dos 3% para este ano, admitiu preocupação com a implementação de algumas medidas de consolidação orçamental.

Apontando que a Comissão ainda prevê para 2015 “um défice de 3,2% do PIB [Produto Interno Bruto], o que é 0,1 pontos percentuais abaixo do que fora projetado no outono”, mas ainda assim acima do limite definido pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento, o comissário francês atribuiu essa revisão em baixa insuficiente ao facto de Bruxelas esperar menos receitas fiscais “e porque algumas medidas de consolidação mostram sinais de atraso na sua implementação”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.