Air France suspende criação da 'low cost' Transavia até dezembro

Air France suspende criação da 'low cost' Transavia até dezembro

 

Lusa/AO online   Economia   22 de Set de 2014, 11:21

A companhia aérea Air France suspendeu até dezembro a criação de uma filial 'low cost', a Transavia, um projeto que provocou uma greve de pilotos, que dura há uma semana, anunciaram os sindicatos.

 

Os pilotos deverão decidir agora se desconvocam a greve, que hoje entra no oitavo dia consecutivo, e que levou a companhia aérea a suspender mais de metade dos voos na última semana.

Por outro lado, a Air France comunicará durante o dia de hoje o seu plano de "saída da crise", precisou a cadeia "BFM TV".

Cada dia de greve implica uma perda de entre 10 e 15 milhões de euros, segundo os dados da empresa, que desde o início da paragem tem proposto aos viajantes adiar os voos para uma nova data entre 23 de setembro e 8 de outubro sem gastos suplementares, sempre e quando existam lugares disponíveis.

Os pilotos, que acreditam que as respetivas condições laborais sofrerão uma deterioração, opõem-se à transferência para a nova companhia 'low cost' e criticam o facto de esta se constituir como uma empresa sujeita às normas do direito europeu, e não francês, que implicará uma deslocalização de postos de trabalho, asseguram.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.