Orçamento de Estado

Aguiar Branco rejeita mais um "orçamento limiano"

 Aguiar Branco rejeita mais um "orçamento limiano"

 

Lusa / AO online   Economia   7 de Jan de 2010, 14:36

O líder parlamentar do PSD, Aguiar Branco, afirmou esta quinta-feira que o próximo Orçamento de Estado não será “um orçamento limiano”, garantindo que os sociais-democratas não abdicarão das suas propostas anti-crise na discussão a realizar com o governo.
A designação "orçamento limiano" remete para o que aconteceu no segundo Governo de António Guterres que, em 2001 e 2002, viu o seu Orçamento de Estado ser aprovado graças ao então deputado do CDS Daniel Campelo, que votou favoravelmente os diplomas em troca de vários investimentos no distrito e no seu concelho, com destaque para uma fábrica de queijo, como compensação pela saída da unidade do Queijo Limiano para Vale de Cambra.

Numa declaração política no plenário, o dirigente social-democrata revelou o conteúdo da carta que hoje de manhã enviou ao ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, em resposta à proposta do governo para uma negociação prévia do Orçamento de Estado (OE) para 2010.

“O grupo parlamentar do PSD não se deixará condicionar. (…) Não estamos disponíveis para qualquer negociação secreta ou de contornos análogos. (…) Este não será mais um orçamento limiano”, afirmou Aguiar Branco.

Para o PSD, o Governo deve definir uma “trajectória de médio prazo” no OE deste ano, com o objectivo de inverter a tendência de crescimento do endividamento externo do país e corrigir o desequilíbrio das contas públicas, “através de uma estratégia assente na redução do peso da despesa pública do PIB e não no aumento de impostos”.

Garantir a “total transparência das contas públicas” e combater o desemprego, através do estímulo das pequenas e médias empresas (PME) são outras exigências do PSD, que assegura que não abdicará também “de nenhuma das medidas do plano anti-crise” já apresentadas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.