Agrupamento da Zona Militar dos Açores partiu para o Iraque (vídeo)

Carregando o video...

 

Luís Pedro Silva   Regional   4 de Mai de 2018, 09:58

Um agrupamento com trinta militares partiu ontem do Regimento de Guarnição N.º2 nos Arrifes para integrar uma missão no Iraque.

É a primeira vez desde a guerra colonial que parte um agrupamento de militares da Zona Militar dos Açores para uma missão no exterior. A missão destes militares é apoiar a formação e treinos das forças de segurança iraquianas, nomeadamente o Exército e Polícia Federal, no combate ao terrorismo.
O comandante da Zona Militar dos Açores, Brigadeiro-General Dias Gonçalves, considera que este “é um momento importante” porque “é o primeiro contingente, constituído por oficiais, sargentos e praças dos Açores, que vai ser projetado para esta missão no Iraque”.
A maioria dos 30 militares que vão ser “projetados para o Iraque foram formados na Zona Militar dos Açores”, sendo que do continente vieram militares de especialidades que não existiam nos Açores.
“Este será o sétimo contingente de militares portugueses a cumprir esta missão. Vai estar durante seis meses no Iraque para realizar formação às forças de segurança do Iraque para cumprirem as suas missões”, indicou.
O comandante da Zona Militar dos Açores afirma que, “apesar de haver sempre riscos nestas missões”, considera que deve haver “tranquilidade” das famílias e amigos dos militares. “Qualquer um destes militares está apto para concluir com sucesso esta missão. Vamos estar sempre disponíveis para apoiar estes militares e as suas famílias”, afirmou.
O Brigadeiro-General Dias Gonçalves revela que “já integram missões internacionais mais de 300 militares dos Açores”, que foram integrados em outras unidades nacionais. “A curiosidade, esta será a primeira vez, desde a guerra colonial, que se mobiliza uma força dos Açores para uma missão internacional. A maioria do treino deste agrupamento foi realizado nos Açores”, indicou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.