Finanças

Agência Fitch destaca Portugal por tomar medidas "substantivas"


 

Lusa/AO online   Economia   9 de Set de 2010, 11:54

A agência de notação financeira Fitch Ratings divulgou um relatório sobre a evolução da consolidação orçamental na Zona Euro e destaca que Portugal é, a par da Espanha, Grécia e Irlanda, um dos países que já tomou medidas "substantivas".
"Enquanto todos os Estados membros estão a responder em diferentes graus ao imperativo de colocar em marcha programas credíveis de consolidação orçamental de médio prazo, os apertos orçamentais substantivos continuam limitados à Grécia, Espanha, Portugal e Irlanda", realçou Paul Rawkins, director sénior do Grupo Soberano da Fitch.

O responsável frisou que "o anúncio da criação de uma rede de segurança financeira para a dívida soberana dos países da Zona Euro e os resultados dos testes de resistência à banca estabilizaram o sentimento do mercado, tal como o crescimento económico acima do esperado no segundo trimestre".

Porém, segundo Rawkins, "a confiança do mercado permanece frágil já que persistem as preocupações sobre a sustentabilidade da recuperação económica global e das perspectivas de médio prazo para as finanças públicas".

No relatório, a Fitch revelou que não está à espera que o reforço das políticas de consolidação orçamental a nível europeu se inicie antes de 2011, recordando que terá que haver um forte compromisso político dos Estados membros em torno do Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.