Aeroportos portugueses sem impacto da greve de seguranças e vigilantes privados

Aeroportos portugueses sem impacto da greve de seguranças e vigilantes privados

 

LUSA/AO online   Economia   27 de Out de 2016, 15:22

Os aeroportos nacionais estão hoje a funcionar normalmente, sem voos cancelados, nem filas de passageiros, em dia de greve dos seguranças e dos vigilantes privados, disse hoje à Lusa fonte oficial da ANA

Em declarações à Lusa, o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpezas Domésticas e Atividades Diversas (STAD), Carlos Trindade, adiantou, no entanto, que a adesão à greve aproxima-se dos 90% no subsetor dos transportes de valores, referindo também o impacto nas portarias de hospitais e empresas de norte a sul do país.

O responsável do STAD já tinha antecipado à Lusa que desta vez a greve não teria impacto nos aeroportos nacionais.

Fonte oficial da ANA - Aeroportos de Portugal confirmou à Lusa que pelas 15:00, após a mudança de turno destes trabalhadores, a paralisação continuava sem impacto na atividade dos aeroportos, ao contrário da greve dos trabalhadores das empresas de segurança Prosegur e Securitas de 27 de agosto, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA).

A ANA alertou na terça-feira para possíveis constrangimentos causados pela greve dos trabalhadores das empresas de segurança e aconselhou os passageiros a deslocarem-se com maior antecedência para os aeroportos nacionais.

Os Trabalhadores de Serviços de Segurança e Vigilância, que estão em greve às horas extraordinárias e aos feriados desde o dia 22 e até 06 de novembro, reivindicam a revisão do contrato coletivo de trabalho, consignando os direitos em vigor e outros específicos para os trabalhadores que prestam serviço nos aeroportos ou nos transportes de valores, entre outros.

O aumento dos salários e a melhoria das condições de trabalho são outras das reivindicações na origem do conflito.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.