Açores querem alargar equipas de cuidados paliativos

Açores querem alargar equipas de cuidados paliativos

 

LUSA/AO online   Regional   31 de Mai de 2017, 16:44

O Governo dos Açores pretende alargar aos hospitais da Terceira e do Faial as equipas de cuidados paliativos, e ampliar a mais ilhas o serviço domiciliário nesta área, foi hoje anunciado

"Vamos começar pela formação. Já identificámos profissionais em ambos os hospitais que estão interessados em fazer a formação avançada e assim que eles concluírem podemos avançar”, disse a diretora regional da Saúde, Tânia Cortez, em declarações à agência Lusa.

O Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, ilha de São Miguel, é o único nos Açores que tem uma unidade de cuidados paliativos, com dez camas, inaugurada há um ano.

“As únicas camas de cuidados paliativos que existem na região são as da equipa do Hospital do Divino Espírito Santo”, indicou a responsável, acrescentando que nos Açores existem ainda equipas domiciliárias de cuidados paliativos em São Miguel, Terceira e Faial.

Tânia Cortez sublinhou que os cuidados paliativos têm organização e funcionamento próprios e implicam formação de profissionais na área.

"Vamos começar agora com os cursos básicos, porque nem todos os profissionais envolvidos nestas equipas precisam de ter formação avançada. Têm todos que ter pelo menos formação básica", precisou.

A diretora regional da Saúde frisou que outro objetivo passa por fomentar a criação de novas equipas domiciliárias nesta área, o que depende, igualmente, da formação.

"Os cuidados paliativos são um pouco diferentes de ações paliativas, já que neste último caso todos os profissionais de saúde as podem fazer, mas já quanto aos cuidados paliativos exigem alguma formação", explicou.

Nos Açores a rede de cuidados paliativos está inserida na rede de cuidados continuados integrados.

Segundo a diretora regional da Saúde, "não existem ainda no arquipélago profissionais em número suficiente, nem instituições em número suficiente para se criar uma rede autónoma de cuidados paliativos".

A Unidade de Cuidados Paliativos do hospital de Ponta Delgada está a realizar até sábado o seminário “OPEN DAY Cuidados Paliativos: um desafio para a Região Autónoma dos Açores”.

Os trabalhos terminam com a conferência de encerramento “Cuidados Paliativos nos Açores: Potencialidades e Futuro”.

A iniciativa visa encetar estratégias de âmbito regional para o desenvolvimento conjunto dos cuidados paliativos nos Açores, bem como desenvolver competências dos profissionais de saúde nesta área.

Paralelamente é assinalado o primeiro aniversário da Unidade de Cuidados Paliativos do hospital de Ponta Delgada, a maior unidade de saúde do arquipélago.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.