Açores lançam programa de apoio à compra de medidores de caudal para evitar perdas de água

Açores lançam programa de apoio à compra de medidores de caudal para evitar perdas de água

 

Lusa/AO online   Regional   24 de Ago de 2017, 11:45

O Governo dos Açores lançou o programa de apoio à aquisição de medidores de caudal, iniciativa que visa evitar perdas de água, disse à agência Lusa a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo.

"Numa fase em que a água possui um valor incalculável, não só em termos económicos, mas também para o bem-estar das populações, é importante salvaguardar que o seu uso seja efetivamente racional e isto não pode estar só do lado dos consumidores", afirmou Marta Guerreiro.

Segundo a governante, é importante que "as entidades que têm a competência da sua distribuição, neste caso o poder local, também tenham essa informação e possam gerir melhor as suas redes de distribuição".

O programa, que dispõe de uma verba de 360 mil euros para os próximos três anos, é destinado às autarquias que podem candidatar-se a apoios para a compra de medidores de caudal, dispositivos que são "instalados à saída dos reservatórios ou furos" e que permitem "apurar o volume de água que é fornecido para distribuição", adiantou Marta Guerreiro.

"É possível, assim, apurar o chamado balanço hídrico, que não é mais do que a diferença entre os volumes que são captados e os que são efetivamente distribuídos, e estes últimos, que são apurados pelos contadores que temos em casa e todas as entidades têm nos seus estabelecimentos, permitem-nos perceber algo muito importante, as perdas que podem existir nos sistemas de distribuição", adiantou.

A secretária regional destacou ainda que, com os dados recolhidos, além de sensibilizar "as populações para a importância e a necessidade do uso consciente e sustentável da água", permite que o poder local "dê o seu contributo nesta matéria, com o controlo efetivo daquilo que é o seu balanço hídrico".

Marta Guerreiro acrescentou que a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos dos Açores (ERSARA), à qual devem ser dirigidas as candidaturas no âmbito desta iniciativa, já criou outros programas de apoio com finalidades distintas, mas este é o primeiro que tem como objetivo o apoio à aquisição de medidores de caudal.

A portaria que aprova este programa foi hoje publicada em Jornal Oficial e entra em vigor na sexta-feira, vigorando até 30 de dezembro de 2019.

O documento determina que os medidores de caudal adquiridos ao abrigo deste programa sejam instalados obrigatoriamente à saída dos reservatórios ou furos, tendo "como única finalidade o apuramento do volume de água fornecida para distribuição".

Segundo dados da Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo, no arquipélago dos Açores existe 70 furos de captação de água e 419 reservatórios.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.