Açores esperam pelo novo modelo de transporte aéreo nacional para concluirem o regional

Açores esperam pelo novo modelo de transporte aéreo nacional para concluirem o regional

 

Lusa/AO Online   Regional   17 de Set de 2014, 07:13

O presidente do executivo açoriano defendeu hoje que as obrigações do serviço público do transporte aéreo entre as ilhas do arquipélago não devem avançar antes da aprovação do novo modelo entre os Açores e o continente.

"Julgo que é de elementar cautela não termos uma aprovação das obrigações de serviço público regionais antes de termos a conclusão do processo por parte do Governo da República", frisou o presidente do Governo dos Açores.

O chefe do governo açoriano falava esta noite, aos jornalistas, no final da reunião do Conselho de Ilha das Flores, que teve lugar no âmbito da visita do executivo à ilha das Flores, em que o transporte aéreo foi um dos temas dominantes.

Vasco Cordeiro foi questionado sobre quando vão entrar em vigor as novas obrigações de serviço público do transporte aéreo nos Açores, tendo considerado "fundamental" ter a "devida aprovação formal" do novo figurino que vai existir no transporte aéreo entre os Açores e o continente, que "pode ter relevância nesta matéria".

"É certo que foi alcançado um acordo global, mas esta alteração das obrigações de serviço público de transporte aéreo entre os Açores e o continente não está ainda devidamente apreciada e aprovada em Conselho de Ministros", declarou.

Vasco Cordeiro salvaguardou, contudo, que o executivo açoriano não está à espera que haja essa aprovação para iniciar o seu trabalho, que" já está a decorrer".

O líder do governo açoriano frisou que não tem qualquer razão para duvidar da boa vontade do Governo da República para resolver este assunto rapidamente.

O presidente do Governo dos Açores referiu, por outro lado, na sequência do Conselho de Ilha das Flores, que no âmbito do processo de revisão das obrigações de serviço público aéreo inter-ilhas, as pretensões dos florentinos nesta matéria estão a ser "devidamente ponderadas".

"Está a decorrer o processo de revisão das obrigações de serviço público do transporte aéreo inter-ilhas em que, naturalmente esta (tarifas promocionais para a ilha) e outras questões estão a ser devidamente ponderadas no sentido lhas dar a melhor resposta possível", declarou Vasco Cordeiro.

O Conselho de Ilha das Flores reivindicou, entre outras matérias, junto do Governo Regional, justamente a disponibilização de mais passagens aéreas promocionais para a população local nas ligações asseguradas pela operadora SATA Air Açores.

Vasco Cordeiro relembrou, por outro lado, que o atual modelo de transporte aéreo já prevê as tarifas promocionais para os florentinos.

O presidente do Conselho de Ilha das Flores manifestou a sua "satisfação" pelo facto de, no âmbito da reunião com os membros do executivo açoriano, "todas as questões colocadas" terem sido respondidas.

"É claro que umas vão ser mais céleres do que outras, mas ficamos a aguardar", declarou Selénio Freitas.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.