Açores criam programa de apoio a universitários que regressam a casa

Açores criam programa de apoio a universitários que regressam a casa

 

Lusa/AO Online   Regional   5 de Nov de 2014, 16:31

O Governo dos Açores anunciou hoje a criação de um programa de apoio aos universitários que saíram da sua localidade de residência para estudar, que visa orientá-los para o mercado de trabalho no regresso a casa.

“Não se trata de um programa de apoio financeiro, mas de encontrar plataformas e mecanismos no sentido de melhorar o acesso à informação desses jovens sobre programas de estágio e de apoio ao investimento”, explicou Isabel Rodrigues, secretária regional adjunta da Presidência.

Isabel Rodrigues falava aos jornalistas na Horta, à saída de uma reunião da comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho da Assembleia Legislativa dos Açores, onde foi ouvida no âmbito dos trabalhos de apreciação do Plano e Orçamento da região para 2015.

Segundo a secretária regional, o programa em causa, designado “prepara o teu regresso a casa”, pretende também “criar plataformas de interação entre o tecido empresarial e os jovens”.

Isabel Rodrigues anunciou, por outro lado, um reforço de cerca de 17% nos apoios previstos no programa PROMEDIA, destinado a suportar alguns encargos da comunicação social privada nos Açores.

“O Governo dos Açores entende que é importante manter este apoio à comunicação social privada e, por isso, vamos fazer um aumento de 17%, no próximo ano”, insistiu.

Isabel Rodrigues admitiu, por outro lado, algum atraso no pagamento dessas ajudas aos jornais e rádios privadas da região, no decorrer deste ano, que entende terem resultado da “prorrogação do prazo de candidaturas” e da necessidade de “complementar alguns processos apresentados”.

Também a secretária regional da Solidariedade Social, Andreia Cardoso, foi hoje ouvida pelos deputados da região sobre o plano anual de investimentos e o orçamento dos Açores para 2015.

No final da audição, na comissão de Assuntos Sociais, Andreia Cardoso disse aos jornalistas que o Governo açoriano vai reforçar em 2015 os investimentos de apoio à infância, à terceira idade e às pessoas portadoras de deficiências, sublinhando que estão reservados 31 milhões de euros para estas áreas.

"É um plano que reflete um reforço no financiamento da Solidariedade e Segurança Social e que faz transparecer a política do Governo Regional nesta matéria, no que diz respeito a equipamentos e respostas sociais, desde a área da infância e terceira idade, bem como pessoas portadoras de deficiência", sublinhou.

Segundo explicou, o Plano e Orçamento para 2015 dos Açores reserva também uma "componente importante" para a área da "igualdade de oportunidades", cujas dotações serão reforçadas no próximo ano.

"É um plano que vai permitir complementar e atingir as taxas de cobertura desejadas ao nível de um conjunto significativo de respostas sociais, designadamente, creches, lares para portadores de deficiência e, em determinados concelhos, dirigir uma especial atenção aos lares de idosos e centros de dia e de noite", sublinhou Andreia Cardoso.

As propostas de plano anual de investimento e orçamento dos Açores para 2015, que o executivo regional entregou na semana passada aos deputados da r3egião, serão discutidas e votadas na Assembleia Legislativa dos Açores no final do mês.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.