Maré negra

Acções da BP caem para o nível mais baixo em 13 anos

 Acções da BP caem para o nível mais baixo em 13 anos

 

Lusa / AO online   Economia   25 de Jun de 2010, 11:49

As acções da petrolífera BP caíram esta sexta-feira para o nível mais baixo dos últimos treze anos, reflectindo a preocupação dos investidores com o elevado custo dos trabalhos de contenção do derrame no Golfo do México.
Os títulos da BP, que recuaram nas últimas semanas, perdiam 6,32 por cento a meio da manhã para os 0,304 libras, depois da empresa britânica revelar que os custos chegariam aos 1,9 milhões de euros.

Segundo os analistas, os investidores estão preocupados com a situação da BP, apesar de esta ter informado que os trabalhos para controlar a fuga de petróleo estavam a progredir bem.

Além disso, os investidores receiam a próxima época de furacões no golfo, que pode prejudicar as acções de controlo do derrame de crude.

A petrolífera já recuperou 364.500 barris de crude através do seu sistema de contenção, mas estima-se que entre 35 a 60 mil barris continuem a escapar-se do poço danificado diariamente, depois do acidente na plataforma Deepwater Horizon que aconteceu no passado dia 20 de Abril.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.